em Artigos

A empresa americana Amazon, atualmente avaliada em mais de U$1 trilhão, possui dentro de sua plataforma online a opção de venda via marketplace, ou seja, um modo onde você compra um produto pelo site ou aplicativo da Amazon, porém o produto é vendido, estocado e entregue por um terceiro vendedor. 

Esse estilo de vendas também é acompanhado de um grande risco, qual seja, a Amazon não tem controle sobre os produtos vendidos dessa forma e, em decorrência disso, a existência de produtos de marcas de luxo falsificados e contrafeitos, vendidos na plataforma, vem sendo cada vez maior. 

A fim de combater esses vendedores de produtos ilícitos, e tendo como meta diminuir a venda de falsificados à zero, a Amazon iniciou seu plano mundial de luta contra a falsificação e instaurou a chamada “Unidade de Crimes de Falsificação” que, até o momento,  já possui um investimento de mais de U$500.000,00 e oito mil funcionários atuantes.

Essa nova Unidade da Amazon é formada por uma equipe multidisciplinar de ex-promotores federais, investigadores experientes e analistas de dados, afim de que “Todo falsificador tenha conhecimento de que será responsabilizado na extensão máxima possível sob a lei, independentemente de onde tentar vender falsificações ou onde estão localizadas.”, nas palavras de Dharmesh Mehta, vice-presidente de Customer Trust e Partner Support da Amazon. 

Pouco antes de iniciar o projeto, a Amazon já uniu forças com a gigante do mundo da moda Valentino em um processo contra infrações de marcas e patentes, cometidas na plataforma referente à sapatos da marca de luxo, que nem se quer são comercializados através da Amazon.

Dessa forma, a empresa americana não somente expõe uma ideia de proteção em seu site e implanta regras mais claras e eficazes direcionadas aos vendedores que utilizam o seu marketplace mas, também, demonstra que as concretiza em busca de proteção às marcas violadas. 

 


¹ Referencia: Artigo: Amazon Announces New “Counterfeit Crimes Unit,” with Aim of Reducing the Number of Fakes on its Site to “Zero”, The fashion Law (https://www.thefashionlaw.com/amazon-announces-new-counterfeit-crimes-unit-with-aim-of-reducing-the-number-of-fakes-on-its-site-to-zero/), acessado em 02 de julho de 2020.

²Afirmação contida no Artigo Referencia: “Amazon Announces New “Counterfeit Crimes Unit,” with Aim of Reducing the Number of Fakes on its Site to “Zero”.

Autor

Contact

Welcome! Please write your message here and we will contact you shortly. Thank you!

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar