Em janeiro de 2023, o INPI divulgou o Radar Tecnológico de Fertilizantes, que foi desenvolvido como parte do Plano Nacional de Fertilizantes (PNF), organizado pelo  Grupo de Trabalho Interministerial instituído pelo Decreto nº 10.605/2021. O objetivo principal do PNF é estimular as políticas de incremento da competitividade da produção e distribuição de fertilizantes no Brasil, porém de maneira sustentável. 

A organização do PNF está dividida em duas etapas – Benchmarking Internacional e Diagnóstico da cadeia produtiva no Brasil – que tratam de temas alocados em seis linhas de ação – Nitrogênio; Fósforo; Potássio; Cadeias Emergentes; Ciência, Tecnologia e Inovação; e Sustentabilidade Ambiental. 

Nessa divisão, o INPI foi incumbido de fazer estudos em bases de informações tecnológicas de patentes para as cadeias produtivas de Nitrogênio, Fósforo e Potássio (NPK).

Os fertilizantes NPK foram analisados a partir de 174 mil documentos de patentes e então avaliados em duas etapas. A primeira foi uma averiguação dos pedidos de patente ao redor do mundo, a fim de atender a etapa de benchmarking internacional da organização do PNF. A segunda etapa da análise dos fertilizantes NPK foi avaliar os pedidos de patente depositados no Brasil tanto por residentes como por não residentes para corroborar o diagnóstico nacional. 

Ao fim, a análise mundial foi importante para mostrar a situação atual das tecnologias da área de fertilizantes. Com isso foi possível ter uma noção da quantidade de novas tecnologias sendo desenvolvidas no nível internacional e quem são os principais depositantes de pedidos de registros de patentes. Essas duas informações indicam os países que mais se destacam em termos de pesquisa e desenvolvimento geral na área dos fertilizantes. 

Já no plano brasileiro, a análise do INPI em relação aos pedidos de patente revela que o mercado brasileiro é interessante e, das novas tecnologias, quais têm potencial para aplicação no Brasil. Ao avaliar os depositantes em território nacional foi possível perceber as organizações com interesse no mercado brasileiro e as invenções para quais tais organizações buscam proteção nacional. 

O estudo também identificou os tipos de tecnologia em desenvolvimento dentro do Brasil e quem são os que estão mais aptos a trazer inovação no setor através da análise dos pedidos de patentes depositados por residentes do país. Confira o estudo para mais informações.


Publicado em 07/03/2023

Fontes:

https://www.gov.br/inpi/pt-br/central-de-conteudo/noticias/inpi-divulga-radar-tecnologico-sobre-fertilizantes

Contact

Welcome! Please write your message here and we will contact you shortly. Thank you!

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar