em Artigos

Os desafios impostos pela pandemia de COVID-19 vão além da queda da economia mundial, colapso nos sistemas de saúde. 

Em um momento em que o mundo precisa de ajuda mútua para controle de um vírus devastador, mais uma vez as grandes economias dificultam o acesso dos países pobres a recursos, mesmo sendo estes recursos questão de vida, ou de morte, e mesmo sabendo que se o vírus não for controlado em todo o mundo, todos os esforços para o fim da pandemia serão em vão.   

Os países mais economicamente estabelecidos e desenvolvidos, vêm se opondo a quebra de patentes dos remédios contra a COVID-19, o que dificulta expressamente o acesso dos países mais pobres as vacinas que estão sendo desenvolvidas. 

A OMC – Organização mundial da saúde, afirmou que apoia enfrentar barreiras de acesso a remédios contra Covid-19, assim como a China, país que tem cinco candidatas a vacina em estágios finais de testes, mais alguns membros da OMC em sua maioria, países em desenvolvimento. 

No entanto, União Europeia, Estados Unidos e algumas outras nações desenvolvidas se opõem a quebra das patentes, o que deixa evidente que a proposta neste sentido que deveria ser apresentada ao Conselho Geral da Organização Mundial do Comércio (OMC) provavelmente irá fracassar. 

A quebra das patentes das vacinas e remédios para tratamento e prevenção da COVID-19 são de extrema importância, pois tornaria o preço destes fármacos mais acessível aos países pobres, situação equiparada ao que aconteceu com os remédios para controle da epidemia de AIDS. 

Fonte: Terra 

https://www.terra.com.br/noticias/mundo/paises-ricos-bloqueiam-quebra-de-patentes-de-remedios-contra-covid-19-na-omc-dizem-fontes,cbc5aa7be93e6729f0b24efa1640beb7qt3oiwgu.html 

Autor

Contact

Welcome! Please write your message here and we will contact you shortly. Thank you!

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar