O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) concedeu o registro de Indicação Geográfica de vinhos, na modalidade Indicação de Procedência (IP), ao município paranaense de Bituruna, que é conhecido nacionalmente pela industrialização das práticas artesanais e pela melhoria genética das uvas na produção de vinhos.

De acordo com a documentação apresentada para o registro, as mudas de videiras chegaram ao município na década de 1940, trazidas por imigrantes que haviam se instalado no Rio Grande do Sul. Atualmente, o município é referência nacional na produção dos vinhos bordô e de uvas Casca Dura Martha.

Além disso, Bituruna sedia todos os anos a “Festa do Vinho”, que atrai milhares de turistas. Por causa de sua relevância para a produção regional de vinhos, o governo do estado do Paraná concedeu ao município o título de “Capital do Vinho”.

Com essa concessão do INPI, o Brasil passa a ter 104 registros de Indicações Geográficas, sendo 72 da modalidade Indicação de Procedência. Somente no estado do Paraná, são 11 os produtos com tal indicação, como o queijo de Witmarsum, o mel de Ortigueira e os vinhos de Bituruna.Para saber mais sobre o registro de marcas e indicações geográficas, acesse os artigos do site Ricci Propriedade Intelectual ou entre em contato com nossa equipe.


Fontes:

https://www.gov.br/inpi/pt-br/central-de-conteudo/noticias/inpi-reconhece-a-primeira-indicacao-geografica-vinicola-de-2022

https://www.gmaisnoticias.com/bituruna-obtem-indicacao-geografica-pela-producao-de-vinho

Autor

  • Riccipi Propriedade Intelectual

    Fundado em 1989, Ricci Propriedade Intelectual é um dos mais conceituados escritórios especializados em Propriedade Intelectual do Brasil, prestando completa assessoria e consultoria especializada nas áreas consultiva, administrativa e judicial em Propriedade Intelectual.

Contact

Welcome! Please write your message here and we will contact you shortly. Thank you!

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar