Foram divulgadas as estatísticas de 2022 para o Tratado de Cooperação de Patentes (PCT), o Sistema de Haia e o Sistema de Madri pela OMPI. De acordo com os dados apresentados, houve um aumento de 0,3% nos pedidos em 2022. A Ásia é o continente com maior número de pedidos de patentes internacionais, dominando 54,7% do total em 2022. Isso é reforçado pelo fato de que os dois países com maior aumento nos pedidos de PCT foram Índia e Coréia do Sul. Além disso, o país com maior número de pedidos de patentes é a China. 

Atrás da China, os países com maior quantidade de pedidos de patentes são: Estados Unidos, Japão, Coréia do Sul e Alemanha. O Brasil ocupa a 26ª posição, com 548 pedidos em 2022. A maioria dos pedidos são voltados para as áreas de comunicação digital, informática, comunicações digitais, maquinaria elétrica e biotecnologia.

No Sistema de Haia para o Registro Internacional de Desenhos Industriais o número de desenhos requeridos cresceu em 11,2% em 2022, de acordo com a OMPI. Foi um total de 25.028 registros. Nessa listagem, a Alemanha é a maior requerente, tendo registrado 4.409 desenhos, seguida por China, Itália, Estados Unidos e Suíça. O Brasil está na 61ª colocação, tendo apresentado apenas um desenho em 2022. 

Além disso, das empresas que mais registraram desenhos, seis são européias, duas são sul-coreanas, uma é chinesa e uma é americana. Grande parte das empresas que requereram desenhos estão nas áreas de equipamentos de gravação e comunicação, meios de transporte, embalagens e contêineres, móveis e equipamentos de distribuição de fluidos, sanitários, aquecimento, ventilação e outros.

Já no Sistema de Madri, que computa os pedidos de registro de marcas internacionais, 2022 fechou com 69.000 pedidos. Os países que mais registraram pedidos foram: Estados Unidos, Alemanha, China, França e Reino Unido. Além disso, países como Holanda, Coréia do Sul e Turquia tiveram aumentos significativos, crescendo 7,4%, 2,1% e 5,2%, respectivamente. O Brasil ocupa a 38ª posição, com 161 inscrições, totalizando 20 a menos do que em 2021. 

Considerando os depósitos internacionais, o maior número deles se concentra nas áreas de software e hardware, serviços empresariais e de serviços científicos e tecnológicos. A OMPI também informou que as categorias de serviços financeiros, bancários, seguros e imobiliários cresceram 13,9% e as de educação, formação, entretenimento e desporto, e atividades culturais cresceram 8,9%. 

As empresas que lideraram o número de pedidos foram L’Oréal, Novartis AG, Glaxo Group, Euro Games Technology e Hyundai Motor Company.


Publicado em 09/05/2023

Fontes:
https://www.portalintelectual.com.br/brasil-ocupa-as-30-primeiras-posicoes-em-pedidos-de-patentes-internacionais

Contact

Welcome! Please write your message here and we will contact you shortly. Thank you!

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar